O homem e os passarinhos

Certo dia, enquanto os passarinhos brincavam e cantavam pela manhã, um homem de ar pesado, rosto fechado e mala na mão, lhes perguntou:

— Por que vocês passam o dia inteiro brincando e cantando? Vocês não precisam trabalhar para conseguir alimento e abrigo?

E um dos passarinhos respondeu:

— Nós trabalhamos muito pouco, pois vivemos um dia de cada vez, sem precisar acumular. Reconhecemos que a nossa vida não é sustentada pelo nosso trabalho, mas pela providência divina, que fez as árvores e as águas.

Um passarinho bem jovem continuou:

— Nós brincamos e cantamos porque é bom e é bonito. Isso nos faz mais felizes e faz os outros mais alegres também.

Outro passarinho colaborou:

— Vocês, humanos, preocupam-se tanto com o amanhã que não vivem um dia sequer. Acham que é necessário acumular para viver e dessa forma ferem a mãe natureza. Nós, pássaros, não voamos apenas porque Deus nos deu asas, mas porque somos leves o suficiente para deixar o vento nos levar.

Depois disso, o homem se encantou tanto pela vida dos pássaros que deixou sua mala no chão, ganhou asas e hoje é um passarinho que passa o dia a brincar e cantar.

Dove

Anúncios